Do Vale Online


Imóvel usado pela quadrilha que assaltou o Quero-Quero é encontrado entre Pomerode e Blumenau

Na tarde desta sexta-feira, 15 de março, o Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar encontrou o imóvel onde foi planejado o assalto de um avião no aeroporto Quero-Quero. A casa fica na região do Vale do Selke

e887395606e7c041885a0a3ff7164ee6.jpeg Foto: O Município Blumenau

Na tarde desta sexta-feira, 15 de março, o Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar encontrou o imóvel onde foi planejado o assalto de um avião no aeroporto Quero-Quero. A casa fica na região do Vale do Selke, entre Pomerode e Blumenau e teria sido usada como base pela quadrilha, par planejar a ação.

A Polícia Militar e a Civil estão no local e mais informações devem ser divulgadas em breve.

O crime

Assaltantes atacaram um avião que transportava dinheiro no aeroporto Quero-Quero, na tarde desta quinta-feira, dia 14, em Blumenau. Houve troca de tiros sobre a pista do aeródromo, envolvendo bandidos e profissionais da empresa Brinks Logística de Valores. A aeronave estava vindo de Curitiba quando foi abordada, às 15h30min.

Dois automóveis pretos invadiram a pista e atacaram dois carros-fortes e a aeronave. Os assaltantes atiraram com armamento pesado e lançaram uma granada embaixo do avião. A quadrilha teria conseguido roubar um malote da empresa e fugido em seguida.

O helicóptero Água da Polícia Militar foi acionado para perseguir os assaltantes, que teriam seguido na direção de Massaranduba.

Ao menos, três pessoas ficaram feridas após a ação. A equipe do helicóptero Arcanjo, que tem base no aeroporto, prestou os primeiros socorros às vítimas.

Uma mulher de 22 anos de idade morreu atingida por uma bala perdida durante o assalto a um avião no aeroporto Quero-Quero, em Blumenau, na tarde desta quinta-feira, dia 14. Edivania Maria de Oliveira estava no interior da MD11, empresa do ramo têxtil vizinha ao aeroporto.



Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • cc722126609d697e6323ab33b24ea4eb.jpg