Do Vale Online


Maior jogador de futsal de todos os tempos, Falcão se despede da Seleção Brasileira

Foi no domingo, 28 de outubro, em uma Arena Jaraguá completamente lotada, que o maior jogador de todos os tempos da modalidade, Alessandro Rosa Vieira, mais conhecido como Falcão, se despediu da Seleção Brasileira, após uma história brilhante de 20 anos

547a8166712ff6a878e7abcc5686945b.jpg Foto: Lucas Pavin / Agência Avante!

28 de outubro de 2018. Esse dia ficará guardado para sempre na memória dos amantes do Futsal e da cidade de Jaraguá do Sul. Foi neste domingo, em uma Arena Jaraguá completamente lotada, que o maior jogador de todos os tempos da modalidade, Alessandro Rosa Vieira, mais conhecido como Falcão, se despediu da Seleção Brasileira, após uma história brilhante de 20 anos.

Com a festa montada, o jogador não decepcionou as mais de oito mil pessoas que foram ao templo jaraguaense e mostrou, em quadra, o desempenho que o consagrou durante toda trajetória com a camisa amarelinha. Mesmo sem o mesmo físico de outrora, o eterno camisa 12 voltou a esbanjar categoria e, no seu jogo de número 258 pela equipe, acabou sendo decisivo na vitória do Brasil sobre o Paraguai, por 4 a 2, ao marcar dois golaços.

Falcão deixa o time nacional com 401 gols e 29 títulos conquistados, com destaque para o bicampeonato mundial (2008 e 2012), além dos 11 troféus de campeão do Grand Prix e cinco da Copa América. Ele também é o maior artilheiro de Copas do Mundo, incluindo números do futebol de campo, com 48 gols marcados ao longo da carreira. “O Futsal me tirou muito de casa, da família, dos amigos. Mas tudo valeu, cada ausência, cada viagem. Eu sei da minha importância para a modalidade, mas quero que todos saibam a importância que o Futsal tem na minha vida. Foram 20 anos de muita felicidade e de muito sofrimento”, ressalta.

Ainda no vestiário, antes da bola rolar, o maior jogador de todos os tempos não conseguiu conter o choro diante dos companheiros de equipe. Novas lágrimas caíram durante a execução do seu último Hino Nacional em quadra.

Já com a bola rolando, o clima triste de despedida deu lugar à alegria por sua genialidade inabalável, que levava o público ao delírio com cada jogada ou toque na bola. Mas com o fim da partida, a emoção voltou a tomar conta do ala canhoto. Após se ajoelhar, beijar o centro da quadra da Arena, ser carregado pelos companheiros e fazer uma volta olímpica, cumprimentando os torcedores que estavam à beira da quadra, Falcão recebeu inúmeras homenagens.

Primeiro, os dirigentes da seleção paraguaia o entregaram uma camisa do país vizinho, com seu nome e número nas costas. Depois, foi a vez da Confederação Brasileira de Futebol de Salão prestar sua reverência, entregando uma placa pelos 20 anos prestados ao Futsal do Brasil e uma camisa especial referente aos 400 gols pela equipe.

Presença pomerodense

Assim como em todos os lugares por onde passa, Falcão leva uma multidão de fãs, que se encantam com suas belas jogadas e genialidade. E não foi diferente no domingo.

Dentre muitos que estavam presentes na Arena, um grupo de torcedores de Pomerode chamou a atenção, por exibir camisas da APF em “rede nacional”. Os responsáveis foram Rodrigo Karling, Willian Kreutzfeld, Felipe Behling e Eliton Jonei Krehnke, que não contiveram as palavras ao falar do ídolo. “Maravilhoso, gênio da bola.  O domingo foi um dia incrível para o Futsal brasileiro, o fim de uma era, a despedida de um gênio. Um craque que, além dos muitos títulos, também teve uma importância gigantesca em fazer a população gostar de Futsal, com seus dribles e gols maravilhosos. Só tenho a agradecer por poder estar presente na sua despedida e poder retribuir o carinho dele pelo esporte. Falcão, naquele jogo, parecia estar no auge da sua carreira. Quando a bola chegava nele, ele decidia. Foi incrível”, se rende Karling.

Com informações da Agência Avante!



Tags:
Veja também:
Galeria de fotos: 4 fotos









Mais vistos

Publicidade

  • cc722126609d697e6323ab33b24ea4eb.jpg