Do Vale Online


Projeto em prol da cultura pomerodense será lançado, em parceria com Furb e com Iphan

Em parceria com a Furb e o Iphan, Prefeitura de Pomerode irá lançar novo projeto intitulado Requalificação do Patrimônio Cultural da Imigração em Pomerode. A intenção é fazer um levantamento e um diagnóstico do estado de conservação das edificações acauteladas pelo município

a62e3c37f4f8605cd58c6f8bea8f106a.JPG Foto: Arquivo/Jornal de Pomerode

A preservação das heranças culturais de Pomerode ganhará mais destaque a partir do mês de outubro. Isso porque, no dia 05, será realizado o lançamento do projeto de Requalificação do Patrimônio Cultural da Imigração em Pomerode, uma iniciativa da prefeitura, em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e com a Universidade Regional de Blumenau (Furb).

De acordo com a vice-prefeita e secretária de Turismo e Cultura de Pomerode, Gladys Sievert, a Prefeitura procurou o Iphan para discutir possibilidades de captação de recurso e valorização do patrimônio construído da cidade. “O projeto foi imediatamente abraçado pela Superintendência do Iphan em Santa Catarina e pela Presidência do Iphan em Brasília. A intenção é fazer um levantamento e um diagnóstico do estado de conservação das edificações acauteladas pelo município”, explica Gladys.

Na cidade, há 233 imóveis enxaimel protegidos por legislação municipal, estadual e/ou federal, além do tombamento do Conjunto Rural de Testo Alto. “Os imóveis, dos quais se destacam as edificações em técnica enxaimel, possuem graus de conservação diferentes e é do interesse do Município buscar recursos para sua preservação”, acrescentou.

Neste projeto, os alunos, quatro estudantes de arquitetura e um de engenharia, serão orientados por profissionais do curso de Arquitetura e Urbanismo da Furb e do Iphan e auxiliarão na elaboração de projetos de restauro destas edificações, bem como no levantamento de atividades tradicionais que ocorrem na propriedade. 

“O panorama de informações criado durante este projeto será utilizado para melhor gerir a preservação do patrimônio pomerodense e auxiliará o município a buscar recursos em maior escala para a restauração dos imóveis.  Ao propor o projeto, a Prefeitura Municipal de Pomerode tem o interesse de mapear claramente as necessidades de seu conjunto para poder viabilizar esforços de conservação e preservação. Há diversas possibilidades de exploração do conjunto preservado em relação ao fortalecimento da cultura do município e ao desenvolvimento da prática do turismo que, parte de um esforço de mais de 20 anos, já é um ciclo econômico consolidado na cidade”, disse a secretária de Turismo. 

O projeto e a parceria com a Prefeitura de Pomerode auxilia o Iphan a consolidar a política integral de preservação do patrimônio cultural da Imigração na cidade, permitindo que se desenrolem, neste processo, atividades de preservação do patrimônio material e imaterial e atividades de educação patrimonial. 

Os estudantes da Furb, por sua vez, terão a oportunidade de aprendizado em campo, já que Pomerode tem uma política de gestão de paisagem e patrimônio histórico considerada exemplar no Vale do Itajaí.



Tags:
Veja também:









Mais vistos

Publicidade

  • cc722126609d697e6323ab33b24ea4eb.jpg